quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

BOM ANO

FELIZ ANO NOVO
(e para quem gostar de entrar com pezinho de dança..)


http://www.eb23-caldas-vizela.rcts.pt/home_eb23/clubtema/clubdesp/salao.jpg


Dá-me tua mão,

(mão dos teus carinhos),

e bem juntinhos

entramos no salão,

dançando agarradinhos...

Depois, para disfarçar,

(não vá alguém comentar),

deixo solta tua mão,

mas dás-me teu coração,

não vá alguém te agarrar

e te levar para outro salão...

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

TerraMar


http://images01.olx.pt/ui/2/85/15/17128015_1.jpg


Como é lindo aqui viajar,

neste pais de terra e mar,

onde em cada vila ou aldeia,

em cada monte, cada planície,

há um mundo a descobrir,

há um povo, uma superfície,

tanto pinhal, tanto mar...


Gente que fala o que eu falo,

gente que ri chora e sofre...

É um povo que mostra calo

nas mãos do trabalho árduo...

E é este povo de que gosto tanto,

alegre, acolhedor, inocente,

que às vezes não tratam por "gente"...


Mas é lindo aqui viajar,

neste pais de terra e mar,

onde me escondo no arvoredo,

onde saio à noite sem medo,

onde passeio no imenso areal,

e o mar vem até mim...sem fazer mal...

Este é o meu Paraíso real...........

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Criador de Sonhos


http://www.overmundo.com.br/_banco/multiplas/1220245231_freud_sonhos.jpg


Nascemos e a crescer sonhamos,

sonhos de criança, de esperança,

e quando jovens, sonhos de amor,

sonhos guardados na lembrança.


Mas a vida faz-nos de sonhos criador,

que num ápice nascem para morrer,

de bom grado, queria ser vendedor,

de mim partirem, sendo outros a sofrer.


Sonhos são desejos são traição,

são pedaços de vida, ambição,

são alegria ainda que por instantes.


Sonhos são "seres" ambulantes,

são arrelias num sono profundo,

manipulações "guiadas", de outro mundo...

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

OLHOS VERDES


http://sitedepoesias.com.br/imagens/poemas/41100.jpg


Meus olhos fixam teu rosto,

tentam descobrir, entender

a origem desse resplandecer,

o brilho desse teu olhar

que se fixa no meu,

e porque me deixo encantar...


São teus olhos verdes,

verdes setas de veneno,

que num momento sereno

nos faz cair em tentação.

E é esse brilho em teu olhar

por quem chora meu coração...


Olhos verdes, de perdição,

mil formas de sedução,

assim são meus olhos

que procuram nos olhos teus,

os segredos, os anseios,

os desejos e receios...


Verdes são os olhos que não vêm,

preta a angustia que sentem,

escura a dor de que se vestem,

ainda que brilhe o olhar...

Triste engano, triste mentira...

Olhos verdes....são de chorar...

domingo, 27 de dezembro de 2009

E Depois do Natal...

Já passaram dois dias de toda a azáfama, de tanta correria que foi preparar uma noite especial.

E esta noite é tão especial não só pela família, pelo convívio, pela alegria no rosto das crianças, mas também pelo recordar que fora de nossas casas, pessoas não têm família, não têm lar, crianças não têm brinquedos...

E no dia seguinte, quando se acabaram as surpresas, quando se rasgaram os embrulhos, e quando as crianças ainda dormem, olhamos para o chão e vemos brinquedos e brinquedos por ali espalhados, no sofá, o palhaço que toca, tristemente abandonado...Mas nós sabemos que é assim, que quando existe fartura se estraga o que para muitos outros teria muito valor...

Lembro que quando criança, o brinquedo pequeno e único de meus pais, era tratado com tanto carinho, como se não houvesse mais nenhum (e não havia) e esse brinquedo durava por muitos anos, mesmo no sótão da casa.

E ainda, o que me faz doer a consciência, é na altura de limpar a sala, tanto e tanto papel de embrulho, caixas e caixas de cartão, que se vão acumular no contentor do lixo onde já não cabe mais nada...Toda a rua onde moro participou desta inconsciência....

Eu sei que muitos trabalhadores trabalharam afincadamente para fazerem os brinquedos...

Eu sei que muitos trabalhadores trabalharam com carinho para venderem os brinquedos...

Sei também que milhões de crianças aguardavam esses brinquedos...

Li algures num blog, que na noite de Natal não se ofereciam prendas nem brinquedos, mas que a família se unia em cavaqueira alegre e em jogos com as crianças. E eu me pergunto se não será bem mais divertido, mais familiar bem menos comercial...

Este ano, em conversas de rua e pela TV, já ouvi dizer que o Natal nos moldes que até aqui se vivia não dizia nada pelo consumismo que a ele estava ligado, e que estavam a mudar, voltando ao centro de tudo, ao nascimento do menino, e não ou quase exclusivamente, às prendas do pai Natal...

Eu por mim, prometo que vou repensar o que verdadeiramente é o Natal, e dar-lhe o seu verdadeiro significado....

PAIXÃO




Meu Amor, dádiva de Deus,

eu não sou nada sem ti,

o ar que respiro, és tu,

meus olhos, são os teus,

e o bater de meu coração

é o teu, num só, em união...


Sim, sim, somos um só...

Uma montanha, um grão de areia,

uma gota de chuva, o sol,

um fio de vida sem nó,

somos presente e futuro,

uma luz eterna no escuro...


Meu Amor, dádiva de Deus,

meus pecados, não são teus,

algum defeito, será só meu,

e o passado... em chamas ardeu...

sábado, 26 de dezembro de 2009

A Vida e o Sonho


http://estudoreligioso.files.wordpress.com/2008/11/sonhos-portoamor-top.jpg


Abro meu livro da vida,

página a página,

letra a letra, cada sílaba,

tentando interpretar meus sonhos,

meus desejos mais recônditos...

E fico sem respostas...

As páginas não têm respostas...

As letras nada dizem...

Meus sonhos? são impenetráveis,

como insondáveis

são meus desejos...

Abri meu livro da vida

sem nada conseguir ler,

nada entender...

Os sonhos...esses, dia a dia vão nascer...

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

À Espera de Ti

Promete-me

que em cada letra tua,

em cada palavra,

te sentirei lá,

para te tocar,

levar meus lábios aos teus,

beijar...sem ser beijado...


Sofregamente,

perdidamente,

loucamente

puxar-te para mim,

amar-te....sem ser amado...


Vem, em cada letra,

em cada vírgula,

em cada ponto final,

como final sou eu,

se não sentir beijo teu,

do lado de cá....

Desejo de NATAL


http://www.segredinhosdalow.blogger.com.br/t.gif


Hoje o dia a receio nasceu,

de cinzento, com o Sol a espreitar,

parecem nos convidar

vir para a rua, ver o mar,

olhar o céu, e bem fundo respirar...



Respirar para a vida,

para o amor, para a amizade...

Olhar à nossa volta e sorrir,

olhar nos olhos e ver verdade,

acreditar, que vale a pena sentir...


Hoje o dia a receio nasceu,

e a paz que nestes dias cresceu,

nos faça acreditar no amor,

sentir, que o amanhã será melhor...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

PRESENTE DE NATAL


http://fotos.imagensporfavor.com/img/pics/glitters/c/cora%E7%E3o-3919.gif


Queria chegar até vós, porta a porta,

batendo delicadamente na janela,

e vos ofertar meu presente maior,

uma prenda de coração, singela,

doce, duradoura, em forma de Amor...



FELIZ NATAL

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Melancolia


http://blogs.ya.com/ambiguedad/files/Melancolia.jpg


Hoje, se vires o profundo do meu olhar,

verás indecifrável calma, poesia,

"verás" cheiro apetecível a maresia,

do ondular do meu imenso mar...


Deixa-me fechar os olhos, sonhar,

(a época é de paz, de Amor),

partir num barco sem vela, sem motor,

e na linha do horizonte o céu tocar.


Estrela mãe, rainha das estrelas,

dai-me a mão, deixai-me subir,

também quero ser uma delas...


E quando à noite, no meu brilho te sorrir,

não chores de tristeza, de saudade,

minha Luz te guiará até a eternidade...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Magia do Natal


http://www.pbh.gov.br/smsa/biblioteca/saudedigital/dezembro2003/cartolinares.jpg

FELIZ NATAL PARA TODOS OS QUE POR AQUI PASSAM

BOAS FESTAS


Ao longe vê-se uma estrela,

de todas a mais cintilante...

As pessoas em correria constante,

a perseguem, sem perdê-la...

O céu veste-se de azul brilhante,

e a lua se tingiu de cor amarela.

Empurrado pela multidão,

cantando cânticos de júbilo,

encontramos um barracão,

que de tanta luz, fica transparente.

Lá dentro, em cartão deitado,

com seus pais e animais ao lado,

o Deus Menino tão desejado.

E eu pergunto ao meu coração,

levanto as mãos ao céu em oração,

porque o mundo não canta a mesma canção??

Uma Estrela Maior


http://www.culturalivre.net/wp-content/uploads/2007/11/cometa.jpg


Contam-se os dias, as horas,

contam-se as estrelas no céu...

Aguardamos notícias, sinais,

uma estrela em forma de cometa,

um anjo com grande trombeta,

vozes cantando no céu:

(Menino Jesus já nasceu...)

Aguardamos notícias, sinais...

domingo, 20 de dezembro de 2009

Anjo da Guarda


http://4.bp.blogspot.com/_C9wZuUdcwfo/SI-upmNkdFI/AAAAAAAAAOc/4dwv1j-_WOU/s320/anjo+da+guarda.jpg


Queria ser um Anjo,

Anjo protector,

Anjo com asas,

Anjo criança...


E se houver Anjos

e eu puder concorrer,

deixai-me escolher

a quem devo socorrer,

se as crianças,

se os velhos a morrer

após muito viver...


Mas eu sei que os há,

Alguém que guia meus passos,

Alguém que dorme comigo,

Alguém que eu chamo de Amigo...


És tu Meu Anjo da Guarda,

que eu chamava em pequenino

quando ouvia a trovoada,

ou quando não sabia a tabuada...


Também agora peço ajuda

para os que sofrem, ou nada têm...

Não, não sou possessivo ou avarento,

e o que tenho, divido a contento.

Meu Anjo da guarda,

se puderes... alivia o sofrimento...

A Magia do Meu Inverno


http://supernatal.com/wp-content/uploads/2008/10/historia-do-natal.jpg


O inverno tem magia,

tem doses de ternura,

tem montes de doçura,

tem mão de alquimia,

que com dose certa

fez uma estação desperta...


Desperta para a Vida,

para o Nascimento do Menino,

(profecia prometida),

algo sagrado, divino...

Vêm os reis magos, Senhores,

reunidos com os pobres pastores...


O inverno tem neve fria,

cobertura em forma de manto,

tem o seu quê de encanto

na boca da criança que ria,

nos braços de uma árvore,

tapete como o branco mármore.


O Inverno tem também dor,

quando a chuva não quer parar

e os estragos nos fazem chorar,

mas na dor, nasce o amor,

nasce o desejo de partilha,

sentimento que fervilha.


Se gosto do inverno, porque não?

porque a seguir à fria estação

mil flores irão florir, desabrochar,

é a primavera a despontar...

sábado, 19 de dezembro de 2009

Introspecção


http://3.bp.blogspot.com/_1CVGrDaRIvo/R_o4eWX52UI/AAAAAAAAACA/J6ZhdUgjemE/s400/la.gif


Diz-me quem és...

Sem mentir,

sem desviar o olhar,

sem fugir

ou tentar enganar...

Mas diz-me quem és...

Sem dizeres o nome

(o nome não me diz nada),

falando-me de ti,

de teus sentimentos,

de teus pensamentos,

de teus desejos...

E se teu rosto ri,

não queiras falar agora

(a mentira viria na hora)...

Quero teu rosto sereno,

olhos nos olhos,

e em cada palavra tua,

vou ouvir teu coração,

vou sentir a emoção,

de te ouvir falar de ti...

E aí sim, vou saber quem és,

vou te descrever de olhos fechados

(vou até saber a cor de teus olhos),

porque teu coração não mente,

e tudo o que o meu sente,

foi porque te "viu" diferente,

sem nunca te "ver" à frente....

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

DESEJOS


http://img267.imageshack.us/img267/8198/noitedeamorxa2.gif


Faz tempo amor, faz tempo demais

que não nos envolvemos,

que não machucamos os lençóis,

que não nos amamos,

e esse tempo dói,

como dói a ausência de alguém.

Amor eu já nem sei,

penso até que esqueci como foi,

e se foi, se soube bem...

Amor eu já esqueci,

mas porque foi pouco o que vivi,

quero recomeçar,

atabalhoadamente recomeçar,

perdidamente, loucamente recomeçar...

Porque eu sei que vou te amar

como na primeira vez,

como se fosse a primeira vez

numa noite sem sono, pela embriaguez

de toda uma noite te ter...

Faz tempo amor,

tempo que não soubemos viver...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Beijos molhados


http://grupoaudienciadatv.files.wordpress.com/2009/05/o-beijo.jpg


Desenho teu rosto, que sei de cor...

Teus olhos, tua boca...teus lábios...

Quero desenhar teus beijos,

nossos longos e molhados beijos...

E ao passar essa imagem na tela,

um sorriso percorre meu pensamento,

eu já não me lembro do momento...

Não consigo descrever, fazer ver,

demonstrar a intensidade...

Nossos beijos tinham verdade,

prazer, paixão, um misto de querer

e também ousadia no fazer...

Não, não consigo transcrever...

O que fizemos foi no momento...

Para quê relembrar no tempo??

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Devaneios


http://www.webartigos.com/content_images/pensando%20no%20pouco%20que%20ha.jpg


Hoje queria ser o semeador do tempo,

poder dispor das horas , dos segundos,

da noite, do dia, das trevas, da luz....

Abrir as janelas do sol, ou a fábrica do vento,

ou as torneiras das lágrimas em sufoco...

Eu queria ser um pouco louco

como loucos são os felizes da terra,

os que nada sabem, nada vêm,

os que não amam, ou nunca provaram

o desejo intenso de amar alguém...

Hoje queria ser o semeador do tempo,

e, se de Deus fosse contento,

morrer para nascer, sem coração,

sem olhos para ti, sem esta adoração

que me prendeu, que me amaldiçoou

ao amor, ao perfeito sofrimento...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Divagando...


http://4.bp.blogspot.com/_e-ah_SHHur0/SdYhtqndhXI/AAAAAAAAARA/p4CXWn2zuaw/s400/varanda_img_int1.jpg

Inicio de noite...

Algo me prende aqui, olhando as estrelas...

Espreguiçando nesta cadeira, nesta varanda,

fumo um cigarro, "ouço" o silêncio...

E mais um cigarro, fumo em demanda,

formando círculos, momento quase sagrado...

Cerro os olhos, e "leio" meu interior...

Tanta paz, poço de luz, muita cor,

"viagem" sem bilhete de volta...

O queimar do cigarro me "acorda" com dor...

era apenas um sonho, sonho à solta....

domingo, 13 de dezembro de 2009

Dulce Pontes - Cançao do mar - Portugal


´


Porque dá um gosto enorme ouvir....e ouvir...e conhecer Portugal...

BOM DOMINGO

sábado, 12 de dezembro de 2009

FIM DA ESTRADA


http://portalliteral.terra.com.br/_banco/img/1242385560_estrada.jpg


Sigo na mesma estrada de sempre,

vista cansada do nada, ausente,

não sei se sigo na contra mão

ou se na correcta direcção...

O carro me leva, indiferente,

a musica me absorve o pensamento

e também este fica ausente...

Como é bom não pensar em nada,

mente parada, qual água estagnada...

Boca selada para o mundo,

pernas eriçadas no acelerador,

e o carro devorando quilómetros ao segundo,

estrada fora, qual bólide ganhador...

Lá longe é pouco, o esforço tem de ser maior

para te encontrar, para me encontrar,

para meu coração bater novamente,

deixar de estar ausente, e à VIDA dizer "Presente"...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

AMOR É....

Partimos em busca do Amor

do olhar que nos encanta

do sorriso em forma de flor

da voz meiga e sedutora

num corpo encantador


E procuramos dias sem fim

corremos, saltamos

se preciso atravessamos oceanos

e nada encontramos

aquela imagem só existe em mim


Amor é encanto na simplicidade

é flor de um qualquer campo

é um cantar desafinado

é um sorriso de lado a lado


Amor és tu, sou eu, uma andorinha

a rosa em meu jardim

o cheiro a terra e a alecrim

a chuva na tarde quente de verão...

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Prémio "Círculo de Amigos"



Prémio "Círculo de Amigos" recebido da amiga Alexandrina Areias do blog
http://olhares-soltos.blogspot.com/. Obrigada AA

E parafraseando AA, também o gostaria de passar a todos que por aqui passam neste blog.
Por isso, para todos vós, aqui fica o prémio para também levarem para o V/ blogue

EU E A CIDADE


http://aphs.worldnomads.com/leo/1220/China053.jpg

A cidade se abre para mim...

ruas, avenidas, casario,

gente atropelando gente,

carros, buzinas, ruído ruim,

um mundo diferente,

local onde fico ausente,

pensamento em turbilhão.


E no entanto tudo está à mão...

mil luzes, raios de néon.

um comprar sem precisar.

publicidade a lembrar

os trocos ainda por gastar...

A cidade se abriu para mim,

mas o meu mundo não é assim....

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

TUA Imagem


http://www.leiria-fatima.pt/sim/biblioteca/grupos/1/Santos_Fatima.jpg

Queria prender Tua imagem

em meu pensamento.

Queria em cada espaço de tempo,

em cada acto que faça,

em cada sonho,

num riso de criança

Te Ver, me guiares em cada dia...


És a Luz que procuro,

fervorosamente procuro...

És a Paz num coração duro,

amargurado,

quantas vezes fechado...


Mas quando vou até Ti,

e em Tua casa me acolhes,

sinto algo em mim,

como que um desabrochar

para a vida,

de repente paz, alegria incontida...


És Senhora em Fátima.

Estás longe,

e ao mesmo tempo tão perto.

Resides em meu quarto,

em meu coração,

sempre numa oração,

És meu Anjo de devoção

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

DIDO



You can sleep forever, but still you will be tired
You can stay as cold as stone, but still you won't find peace
With you I feel I'm the meek leading the blind
With you I feel I'm just spending wasted time

I've been waiting
I'm still waiting
I've been waiting
I've been waiting
I've been waiting
I'm still waiting
But with you (with you)
It's always one step too far

One step too far

You can whine to the bone but still you won't be full
You can look down on the world but still you won't find love
You won't find love

[Maxi Jazz]
Only with mellow
Are you thin enough to slide through.
If the sun or the moon should give way to doubt,
They would immediately go out.
One swallow don't make a summer,
But tomorrow has to start somewhere.

[Dido]
I've been waiting
I'm still waiting
But with you
It's always one step too far
One step too far

I've been waiting

I've been waiting
I'm still waiting
I've been waiting
I've been waiting
I've been waiting
I'm still waiting
But with you
It's always one step too far
One step too far


Duplicidade


http://www.colgate.pt/Palmolive/PT/SkinCare/Images/mainvisual_skincare.jpg


Talvez não saiba mentir,

talvez não consiga esconder,

ou mesmo tentar fingir,

o que quero, preciso ter,

o que em sonhos posso ver

e não consigo descobrir...


Formas de deusa esculpida

onde meu olhar se presenteia,

serás divina ou "pedra fina"

perdida na minha "cidade"??

Eu sou apenas sonhador de plateia,

correndo riscos com duplicidade...

domingo, 6 de dezembro de 2009

DIANA é seu nome...


http://www.qdivertido.com.br/kitty7.gif


Ofereceste-me um desenho,

colorido, em tons de vermelho...

Não sei se lhe chame desenho

ou rabiscos vindos de tua mão...

Têm forma curva, de coração,

com dois olhos e boca sorrindo...

Perguntaste e eu disse com emoção:

"Diana, está lindo, lindo..."

Está aqui, de frente para mim,

registei a data para lembrar um dia

que me fizeste feliz com prendas assim,

e eu me pergunto se as merecia.....

sábado, 5 de dezembro de 2009

Sonhar "Criança"


http://www.qdivertido.com.br/diversao.gif

Hoje foi um amanhecer diferente,

senti-me leve, quase ausente

dos problemas do dia a dia...

Fechei os olhos e quis sonhar,

que meu tempo de menino ía voltar,

que ser adulto eu não queria.


Saltei à corda no meio da rua,

joguei o arco pelos passeios,

corremos fora por cultivos alheios,

chamaram-nos nomes feios,

que importa se era tanta a graça

e de pobres a gente não passa??


Juntámo-nos, meninas e meninos,

e julgámo-nos seres crescidos,

brincar às casinhas, sem outros sentidos,

querendo crescer mas sendo pequeninos

sem dinheiro, sem custos para viver,

apenas brincar até não apetecer...


Como é bom sonhar acordado,

sorrir, e virar para o lado,

lá fora é outro o mundo, bem diferente,

meio mundo maltratando outro meio,

quem cala consente, diz a gente,

e eu não gosto deste mundo feio ...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

LAÇOS DE TERNURA


http://3.bp.blogspot.com/_u_0LIvgsgRc/SI0KrPCLCXI/AAAAAAAAATw/WV7JL8gcmsM/s400/Pais%2Be%2BFilhos.JPG


Em cada um de nós,

em cada pensamento,

a lembrança, boa ou má,

a imagem de qualquer momento,

que vamos guardar no tempo

do que fomos, e de quem nos criou...


Brincadeiras de criança,

lembranças da infância,

num olhar a esperança,

num sonho, o desejo de ir mais longe...

E a nosso lado, sempre, a perseverança,

o sacrifício, o querer em forma de Pais...


E são tantos os momentos a recordar,

que num corrupio tudo voa no pensamento,

e sem querer uma lágrima nos atraiçoa,

como que a lembrar a falta de agradecimento,

a falta de um carinho, de tempo,

para quem tanto tempo nos deu sem nada pedir...


E em cada queixume, em cada dor,

sinto-me frágil por nada poder fazer,

(como queria que tudo passasse com meu amor)...

Sinto-me frágil, impotente, sofredor...

Mas quem fez bem, não devia sofrer

e deveria ser feliz, sendo feliz a viver...


Os anos passam (o espelho não engana),

e sentimo-nos no dia a dia mais cansados,

como se o andar dos anos nos curvasse,

como sentíssemos a vida a delapidar-se

de todos os bens, de todas as riquezas,

mesmo daquelas que não queremos deixar...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

AMOR SEM LIMITES


http://1.bp.blogspot.com/_P34f5oOa7cM/SYDv2ekhJ5I/AAAAAAAAN7s/20cOOi0t4a4/s400/Lagoa.png


Sinto que meu corpo treme,

meu olhar não descansa,

meu coração alterado, balança,

e eu me pergunto mais uma vez:

será que ela vem até aqui??

Fecho os olhos, tento fingir

que tudo está bem, tento sorrir...

Conto as horas mais uma vez....


Ouço teus passos no corredor,

passos certos que já sei de cor,

e meu coração acelera, rejubila,

esta será a noite prometida,

noite sem horas de chegada ou partida,

será a noite de muito amor.


Toco-te com querer maior,

como que a medo de não te dar tempo...

Tanto imaginei, sonhei cada momento...

Olhamo-nos olhos nos olhos

e dentro de nós arde o desejo, o calor,

todo o tempo será pouco para o amor...


Corpos semi nus, em desassossego,

beijos, carícias, jogos sedutores,

prazer em alta, arrebatador,

e as peças de roupa que ficaram,

são rasgadas numa ânsia animalesca,

e num âpice, dois corpos ficam num só...


Amor, doce e grandioso Amor,

deixa acontecer, deixa percorrer

toda uma seiva de êxtase,

nossos corpos são agora um só,

e tudo o que mexe é vida a correr...

Só mais uma vez...deixa acontecer....

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Gaivotas em terra


http://ipt.olhares.com/data/big/117/1171183.jpg


Voam gaivotas sobre mim

e trazem-me noticias do mar,

anda triste, zangado, ruim,

o inverno parece não ter fim,

cai chuva no mar e no meu jardim...


O verão teima em não chegar...

(sol, luz, promessa de vida no ar)

e eu falo com as gaivotas,

por favor parem de piar,

ou tomem outras rotas...


Que adianta ficar zangado,

se o tempo não anda a contento,

quem manda, terá pensado

em estragar-me o pensamento,

e deixar-me amuado...


Por favor, deixai entrar o sol

preciso de luz, vida, cor,

sorrisos de crianças em meu redor,

azáfama em movimento,

tempo de verão em cada momento...

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O Valor da Inocência


http://blog.estadao.com.br/blog/media/Nissan_Micra_C+C%20002.jpg


O mar tem sempre seu encanto

pode chover ou até estar vento

ou calor que nos impele para água

o mar tem sempre chamamento

Lembro nossos tempos de namoro

os beijos escondidos no carro

promessas de amor eterno

O mar tudo ouviu e de nós sorriu

sabia que tudo era passageiro

E mesmo no momento derradeiro

em que dizias que eu era o primeiro

o mar novamente sorriu

o mar sabia que alguém mentiu...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

LEMBRANÇAS...


http://3.bp.blogspot.com/_YFqGHqUgP_0/SKCfJpxmJ-I/AAAAAAAAANM/Pxj3n0v6l10/s320/355.jpg


Olá, como vais??

Foi apenas um cumprimento,

um "olá" sem perder tempo,

e continuo meu caminho...

Sem querer (ou por querer?),

olho parar trás (para te rever??),

e meus olhos relembram cada linha de teu corpo...

Não adianta dizer que não...

Onde outros olhos vêm apenas um corpo,

meus olhos relembram paixão,

onde vêm curvas femininas banais,

eu relembro momentos únicos (celestiais??)...

Ah, se eu pudesse dizer uma vez mais,

só mais uma vez: "Olá, como vais??"

domingo, 29 de novembro de 2009

À Flor da Pele


http://srv0204-05.sjc3.imeem.com/g/p/5a0b70a9a789448fe54b6ed62443716b_web.jpg

Ficção


Sinto tua respiração em meu pescoço,

e esse teu hálito que reconheceria em qualquer lugar...

Beijas-me...são tuas carícias que me fazem sonhar,

brotar desejos à flor da pele, impulsos sem regras,

Sofreguidão... no fundo o meu jeito estúpido de te amar...

Que mais pode um homem dizer sem mentir,

se em nosso olhar, num simples sorrir,

a prova, a declaração do pecado que mora em nós,

a provocação, o intenso chamamento para ficarmos sós...

sábado, 28 de novembro de 2009

SONHO E FANTASIA


http://4.bp.blogspot.com/_A2ZedJAi4ig/R64UFJpbCEI/AAAAAAAAAIA/lR9driC8zuM/s400/imagem02.JPG

Entro no reino da fantasia

e sonho...como sonham as crianças,

e no meu sonho, voo num cavalo alado,

por ruas, becos, barracas e palácios,

vejo cor, dor, rancor, ódios e esperanças,

e eu me pergunto se é meu fado

ver dor onde queria ver ternura,

ver rancor onde pensava haver amor,

ver meus iguais com laivos de loucura...

Tento acordar...quero acordar....

este reino é dominado pelo mal,

pela avareza, pela mesquinhez,

e no sonho das crianças,

há paz, amor, esperança...

deixai-me novamente sonhar...

amanhã nada irei lembrar ao acordar...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

NO MEU ESPELHO


http://3.bp.blogspot.com/_KAIU7fTXm3U/SV5g0moMnkI/AAAAAAAAAdg/C6wFSfceppE/s400/espelho.jpg


Em cada manhã, em cada novo dia,

em cada imagem retratada no espelho,

um resfriar interior, um pingo de agonia,

uma ruga atrás de outra, acto de magia

num corpo que não quer ficar velho...


e acto continuo olho para o passado,

fotos com um sorriso transcendente...

e eu rio, ainda que inconformado

que este no espelho sou eu, transformado

num ser maior, mais calmo, diferente...


Oh santa ignorância, cegueira maior,

olhos que não vêm, coração não sente,

e o que o espelho "vê", "vê" sem dor,

sem coração, sem sofrer, sem amor,

assim vissem meus olhos quem me mente...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Sedução

Prendo-te pela cintura

e dançamos noite dentro

nossos corpos transpiram

nossos desejos aspiram

a momentos de prazer


E no silêncio da noite

com que sofreguidão

nos entregamos à paixão

amanhã não quero lembrar

nossa mente não iria perdoar


Fecho os olhos para não ver

Amanhã o que vão dizer de nós

se os dois não estamos sós???


Vejo-me ao espelho

e renuncio ao homem que fui

ao amante infiel

ao insaciável dom de te ter

ao amante cruel


És divindade, flor do prazer

chamamento da perdição

corpo de adoração

de um único querer

momento de sedução

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Desafio (Palavras Poéticas)

A amiga Breizh do blog

http://palavraspoeticas.wordpress.com/
lançou-me um desafio que consiste completar 5 frases.



Aqui vai:

Eu já tive 30 anos e era um sonhador.

Eu nunca pensei chorar por alguém

Eu sei que a vida é curta e o amanhã não existe

Eu quero viver e conviver com os que me amam

Eu sonho com momentos que vivi em ...sonhos





As regras deste desafio, sería passá-lo a 10 blogues…, mas como ainda não tenho tantos Amigos, fica aqui para melhor me conhecerem.

Aprendiz de cantor

Sou um fingidor

aprendiz de cantor

e as letras que invento

apaga-as o vento

num sopro sem dor


Mas continuo a tentar

uma palavra a rimar

até que nasça o dia

até que alguém sorria

e se ponha a cantar:


Sou poeta cantor

versos cantando o amor

na tarde fica a melodia

coros em sintonia

das letras de um sonhador

terça-feira, 24 de novembro de 2009

E no Sonho se fez SOL


http://www.digitalphoto.pl/foto_galeria/3625_2007-1940.JPG



Foi mais um sonho...talvez pesadelo

Eu no sonho corria, cada vez mais veloz

Procurando o Sol, o astro mais belo

Chamava, gritava, e o eco de minha voz

Surgia da montanha...onde o sol dormia

Perdoa-me sol...se não te visse...morria...

domingo, 22 de novembro de 2009

No Silêncio


http://mundopachi.blogs.sapo.pt/arquivo/boske.jpg


Perfeito silêncio...

bocas fechadas,

olhos cerrados,

gestos truncados...

E assim é o dia,

no correr da noite,

na madrugada...


Culpas de quem?

Que importa...

A vida fez meia volta,

a outra virá também,

os pássaros cantam,

as andorinhas voam,

tudo é perfeito...

sábado, 21 de novembro de 2009

Fazer de Conta....

Em cada amanhecer, ao beijar a luz

um imenso olhar, um agradecer

por mais um dia...

e desde que nascemos

todo o caminho que percorremos

dia a pós dia

noite após noite

olhamos as estrelas

admiramos o sol

nos sentimos atraidos

por estas coisas belas

E eu que faço parte dum todo

o que fiz para melhorar?

o que fiz para não estragar?

Quando assumi minha culpa?

À minha volta, a miséria,

(de pensamento e acções)

o individualismo, a mesquinhez,

o desejo de grandeza

o sonhar alto na embriaguês...

Olho à minha volta mais uma vez...

Que fiz eu para te levantar?

que fiz eu para te por a andar?

será que te estendi minha mão?

ou será que desviei meu olhar??

Em cada imagem na TV, a revolta,

o meu ruido ainda que interior

por tanta e tanta dor

por tantos "cavalos à solta"

por não haver justiça...

Mas quem sou eu?

Quem me deu procuração?

Eu não sou ninguém

não existo em nenhum mapa

apenas deixo falar o coração

Que fiz eu para melhorar??

nada...nada vi...deixei andar...

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Rosas Perfumadas


http://2.bp.blogspot.com/_l2u4EasS5bk/SJXbrUVFFmI/AAAAAAAABVU/nLizr3xHcew/s400/59d30f274f.jpg


Pétalas de rosa esvoaçando

pétalas perfumadas

pétalas de cores delicadas

que vindes até minha cama

antro sagrado do amor


Em vós trazeis a alquimia

a doce magia

de noites de amor sem fim

pétalas de cor púrpura

que farão brotar desejos de dentro de mim


Pétalas sopradas pela Deusa do amor

e que o vento trouxe até aqui

paraíso em forma de flor

jardim de rosas à espera de ti....

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Apenas um recado....


http://1.bp.blogspot.com/_qpEXFBjLpYM/SEVdNi5PbqI/AAAAAAAAAIQ/K5vp0T9UOsE/s320/carta+de+amor.jpg


(ficção)

Mandaste-me um recado

pretensa carta de amor

li tudo ao pormenor

li, reli, sei de cor,

dizes que tudo está acabado


E as lágrimas ao cair

deixam marcas no rosto

e tal é o desgosto

como o fim do dia no sol posto

que sinto as forças fugir


Mandaste-me um recado

e eu vou responder

assim que me erguer

assim que meu coração quiser

que entre nós tudo é passado....

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Tua Imagem em Mim


http://media.photobucket.com/image/tua%20imagem%20no%20espelho/thiago0105/298A.jpg

(ficção)

Olha para mim... sem sorrir...

Quero fixar teu rosto no meu.

E um dia se resolveres partir,

não deixes recado teu,

nem precisas dizer adeus,

tua imagem está comigo...


E sempre que me olhe ao espelho,

é teu rosto que eu vejo,

é teu rosto que eu acaricio,

e quem sabe, te roube um beijo,

sendo um beijo figurativo,

mas tua imagem está comigo...


Ah este amor que me consome,

que me definha a todo o momento,

e não vejo vivalma que me tome,

que me altere o pensamento...

Oh deusas do sonho, do amor,

chega...já tenho minha dose...de dor...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Tu já não Existes...


http://blufiles.storage.live.com/y1pX_Z5hqgJuV4HN2We7HppXOARY5gLsbmPPe2hcYUp-X_vFqGi1faTbBZNfoX1TkLxMyK62nHnCwc

(ficção)

Fala-me de ti...

Fala-me de ti como se eu não te conhecesse,

se tudo o que vivemos, não acontecesse,

como se o gostar de ti, fosse uma prece...


Mas fala-me de ti,

dos teus sonhos, medos, ambições,

dos teus projectos de vida, realizações,

e onde eu entro, (ou não entram os corações??)


Mas talvez não seja preciso falares de ti,

porque de tão diferentes, a teu lado não vivi,

e o que resta?, o que fica para amanhã?

Não sei, ninguém sabe, o futuro o dirá...


Agora peço-te..., por favor, não fales de nós...

O que nunca existiu, acabou, estamos sós,

e as paredes não falam, o espelho nada viu,

nada é verdade...tudo simulado, tudo se fingiu...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

RIO ABAIXO




Sigo nesta canoa, neste rio,

fio de água em movimento,

umas vezes calmo, pachorrento,

outras vezes mal amado, bravio,

mas não deixas de ser rio

fio de água, fio de vida,

que gota a gota vai crescendo,

galgando margens, ou correndo

em alegria incontida....

Quiseram te prender, "amarrar",

mas têm de te libertar,

e teu fio de vida se transformou...

És energia, outra forma de vida...

Sigo nesta canoa, neste rio,

e lá longe avisto o mar...

Ficas feliz, em delírio,

pois com ele vais "casar"...

Foste rio, serás mar,

e deste casario vais lembrar,

quando à origem quiseres voltar.

E sentirás raiva, desalento maior,

ao "rebentares" na praia, com dor...

domingo, 15 de novembro de 2009

À Procura de TI

É tão triste a madrugada

quando acordo e tu não estás

apenas tua roupa amarrotada

teu perfume teu suor

me lembram nossas noites de amor


Circulo entre a multidão

e tento te encontrar

preciso te encontrar

nossa vida foi um romance

um filme de paixão


Partiste à aventura

procuraste novos desafios

porventura novas ilusões

e entre nós restou a mágoa

a dor, olhos rasos de água


Deixa-me te ensinar a amar

a viver, a sonhar

sem ilusões

abre-me teu coração

deixa renascer a paixão


Meu Amor, meu amor

nossa cama continua vazia

e as paredes da casa fria

ganharão cor

se voltares um dia

sábado, 14 de novembro de 2009

NO MUNDO DOS SONHOS

Viajo na planície dos sonhos,

só, com a brisa por companhia...

As aves vêm até mim, trazem alegria,

e fica mais fácil meu caminhar...

E meu pensamento voa,

e no meu coração a música ecoa

baladas suaves de encantar...

Sinto-me bem neste viajar...

Para trás tudo deixei,

o que fiz e o que conquistei,

quem amei, quem me amou,

o homem que fui, diferente do que sou,

para trás tudo ficou...

E nesta planície de sonhos,

quem passa sorri para mim,

não sei se por pena,

ou se vêm em mim felicidade plena,

ou se me auguram coisa ruim...

Viajo na planície dos sonhos

onde sou feliz por viver assim...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Presente Para TI


http://deysemelo.com/wp-content/uploads/2008/05/present.jpg


A ti,

dedico um poema,

uma frase, um tema,

uma canção,

um refrão...


A ti,

envio um ramo de rosas,

em botão, cheirosas,

um convite para jantar,

um momento para sonhar...


A ti,

personagem ausente,

coração carente,

andorinha sem primavera,

silêncio, ou quimera...


A ti, e para ti

um sorriso de Amigo,

um sentimento,

um desejo no tempo,

um querer estar contigo...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O VÔO DAS BORBOLETAS


http://www.orkut-msn.net/wp-content/orkut/2008/06/borboleta_574513097_26_borboletas.jpg


Chamo-lhes borboletas,

outros dizem mariposas,

mas que interessa a graça,

se na sua graça são formosas?

E batem asas levemente,

de mil cores e formas se vestem,

e da sua leveza não se sentem

e se apanham facilmente...

No meu jardim vos admiro,

em cada flor quereis poisar,

sois o meu amor a me visitar,

a alma gémea que volta ao lar...

Borboletas, mariposas,

de entre os seres, as mais formosas,

voai, voai bem longe, mais alto,

não vá alguém vos apanhar...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O MEU LIVRO DE SONHOS


http://1.bp.blogspot.com/_5WRCyi9UUCc/SYV4HjSPi3I/AAAAAAAAALU/SAGncqiEMXM/s320/Menina+olhando....jpg


Abro o meu livro de sonhos,

página a página,

sonho a sonho,

e meu pensamento se entristece...

A vida foi passando

ano após ano, e os sonhos adiando...

De nada valeu a prece...

Os sonhos continuam esperando

momento único, uma benesse

da fada dos milagres...

Abro o meu livro de sonhos

e meu coração se entristece.

Para quê continuar a sonhar,

se o sonho de tanto esperar,

adormece???

TARDE DE SOL

Fito os olhos no horizonte e tudo é perfeito...

O sol, o azul do céu, este imenso mar,

esta brisa amena que nos parece acariciar...

E eu quero sorrir para a vida,

como que agradecendo este respirar,

momentos únicos em tarde perdida...


Entrego-me ao calor do sol,

fecho os olhos e minha mente "voa"...

Os sonhos se atropelam no rol

de tantos e tantos por cumprir,

mas a hora é de fazer de conta, fingir...

O momento é de entrega total...


E as aves perto esvoaçando,

talvez no seu querer nidificar,

não me apoquentam com seu chilrear,

antes elevam meu embalar

nesta tarde de sol, tarde de primavera,

tarde de sonhos, de quimera...


São horas mortas, de sossego,

horas de paz, horas de enlevo,

que me fazem partir para o amanhã,

para mais um dia, e outro dia,

num ritual demasiado certo

quando a vida tem um porto incerto...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Estrada fora


http://pilgrimhearts.blogs.sapo.pt/arquivo/no%20escuro%20da%20estrada.jpg


Parto estrada fora

sem nada do passado...

Tudo o que tinha (e o que não tinha),

nos resquícios da memória ficou fechado.


Histórias que vivi,

outras que inventei,

amores eternos que jurei,

para trás tudo deixei.


Parto estrada fora

sem remorsos, sem paixões,

na vida foram tantas as ocasiões

que ganhei, ou perdi na hora...


De tudo me livrei, me despi,

e assim sigo meu caminho.

Talvez tarde descobri

que o muito que vivi,

não foi bom, não foi mau,

apenas uma peregrinação,

na vida alguma emoção...

Mas para trás olhando,

fica a certeza da decisão...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

EU TENTEI


http://viajeaqui.abril.com.br/imagem/fwa/1196694291134_129.jpg


Tentei te falar,

ler-te um poema,

ou talvez te soletrar

uma palavra,

Única,

do verbo Amar...


Tentei te falar,

dizer baixinho,

No ouvido,

devagarinho,

O que tem sentido,

o meu carinho...


Tentei te falar

e não consegui...

O que ficou por dizer,

talvez vá esquecer,

ou o destino vá lembrar,

o que um dia senti por ti...

domingo, 8 de novembro de 2009

Pecados Teus


http://files.nireblog.com/blogs3/etosbrasil/files/173_sereia_pedras.jpg


Corri de pedra em pedra,

saltei todos os grãos de areia,

e em cada onda de espuma,

procurava-te bela Sereia...


Mas este não é o teu areal,

nem tão pouco teu Mar,

tuas canções melodiosas,

outros homens irão encantar...


Se vires os homens do mar,

deixai-os ir navegando,

seus filhos os esperam,

suas mulheres ficaram rezando...


Também sou homem do mar,

este mar que é minha gente,

e as sereias que aqui cantam,

também encantam em voz dolente.


Eu também fui encantado,

e preso ficou meu coração,

que fazer para me libertar

para o amor, para a paixão??

sábado, 7 de novembro de 2009

IMAGEM DE MIM


http://sonhoepoesias.sites.uol.com.br/imagens/pedaco-de-mim.gif



De frente para o espelho, eternamente calado e frio,

olhei bem no fundo a cópia severa de mim,

e pergunto: Porque não entendem o que escreves com brio,

se o que dizes são mágoas cobertas de cetim,

são nuvens sem água, são margens secas de um rio...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sonhar Mais Alto

Por entre as flores do campo corrias,

e entre sorrisos e lágrimas de alegria,

por vezes parecias voar,

teus braços abertos qual ave a esvoaçar,

davam-te um toque de magia..


Voa Amor, entre os lírios e as papoilas,

eleva-me também neste céu de fantasia,

deixa-me sentir a maresia

do mar calmo dos sentidos,

dos dias soltos e perdidos...


Lá longe no monte mais alto,

onde não chego, não alcanço,

envia-me sinais de ti,

e bem juntinho ao sol, para mim sorri...


Estes são momentos de sonho,

como é um sonho teu voar,

ou nos verdes prados te encontrar...

Meu Amor, um dia vais nascer

quando entre as flores eu adormecer...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

NO TEU COLO


http://diariodecarina.files.wordpress.com/2008/07/colo_de_mae1.jpg


No teu colo,

colo profundo e angélico,

coloquei uma flor...

Gesto patético...

porventura gesto de dor...

Colocar uma flor

em local profético...


Mas o teu colo Amor,

momento de fascinação,

traz-me à mente outro tempo,

em que antes da sedução,

do peito era sedento,

olhos fechados à luz,

já prevendo esta cruz....


No teu colo,

colo profundo e angélico,

coloquei uma flor...

Não a deixes secar,

nem a deixes "viver",

Quando outro alguém olhar,

não saberá reconhecer...

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Porque hoje vi o SOL


http://img.olhares.com/data/big/160/1602577.jpg


Hoje resolvi parar no tempo...

O ontem e o amanhã não existem,

e o hoje nasceu e ficou em mim,

como o sol que raiou,

me aqueceu, e de leve me beijou...

Nem mais um sonho, só desejo,

de mais um dia de sol, outro beijo,

um raio de luz na saudade que ficou...

Chuva que me tens feito companhia,

e tu frio que me toldas o pensamento,

me deixai, quero sentir a alegria,

quero ver vida, sentir o momento,

ganhar asas e não voando,

correr no mar e não nadando,

trepar até o azul do céu,

e lá ficar, só o Sol e eu...