sábado, 26 de dezembro de 2009

A Vida e o Sonho


http://estudoreligioso.files.wordpress.com/2008/11/sonhos-portoamor-top.jpg


Abro meu livro da vida,

página a página,

letra a letra, cada sílaba,

tentando interpretar meus sonhos,

meus desejos mais recônditos...

E fico sem respostas...

As páginas não têm respostas...

As letras nada dizem...

Meus sonhos? são impenetráveis,

como insondáveis

são meus desejos...

Abri meu livro da vida

sem nada conseguir ler,

nada entender...

Os sonhos...esses, dia a dia vão nascer...

6 comentários:

  1. Oi, Alex.

    Com certeza os sonhos vão nascer.

    Belo poema.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Sonhos, queria tanto sonhar. Estou sem dormir há tanto tempo. Dê-me um pouco desses seus sonhos cheios de amor.
    Beijos, Alex, querido*

    ResponderEliminar
  3. É bom que todos os dias sonhemos... Sonhos que se possam concretizar...
    Bom fim de semana!
    Beijos,
    AA

    ResponderEliminar
  4. OLá Alex!!
    Tudo bem com usted?
    Acabo de vir de uma casa
    casa outra de nossos amigos
    deste universo Blogosferico
    e ele falava exatamente dos sonhos,
    sonhos mágicos, as vezes lógicos
    outras vezes sem nexo... transponíveis,
    ou intransponíveis, que importa, são sonhos
    que por alguma razão existe dentro de nós,
    razão que nem mesmo as vezes sabemos porque...
    mas não são impossíveis, a gente só precisa crer
    que podemos alcança-los em nossas conquistas...

    Lindo texto...

    Tenha um lindo, mágico e alcançável
    sonho de 2010 formas felícitas de
    contemplação...

    Grde beijo

    Livinh@__

    ResponderEliminar
  5. Oi amigo Ale
    Td bem sim por aqui, sempre vou arranjar um jeitinho de aparecer, a postagem nem saiu boa porque fora de casa a gente tem que improvisar um pouco.
    Também são insondáveis os meus desejos, lindo poema,as respostas hão de vir.
    abraços

    ResponderEliminar