domingo, 24 de junho de 2012

Sol e Vento...


Suave e fresco o ar que respiro,
brisa do norte em movimento
varrendo o azul deste céu,
ondulando este mar que admiro....


Aqui e além, corpos se bronzeando,
acessórios coloridos ao vento,
e tudo isto é verão, é vida,
é um fim de tarde na despedida,
ou um até logo no bar da avenida...

Fito o mar só mais uma vez,
e sigo o sol ainda bem alto...
Não, ainda não vai ser hoje,
nem amanhã, ou talvez nunca mais...


Sol, queria tanto ver teu adormecer,
teu suave deitar sobre o mar,
e te olhando a dois, beijar, abraçar
ou fazendo amor até a noite chegar...


1 comentário:

  1. Meu querido Alex

    Uma brisa suave o teu poema.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar