terça-feira, 21 de janeiro de 2014

não há estrelas no céu...



correm os vultos na rua
como que imbuídos de chegar
onde o pensamento os leva.
atropelam, seguem em frente.
nada detém quem a pressa faz voar...

loucos, loucos e insensatos,
não pensam nem sonham
que o destino é uma cruz, um altar,
uma tábua... rio sem margem,
mar sem ondas, céu sem estrelas...




2 comentários:

  1. Meu querido Alex

    a vida é tão curta que devemos aproveitar e parar um pouco para olhar e VER.
    Lindo sempre

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar